Patente europeia de invenção de cientistas da Faculdade de Química da Universidade de Gdańsk

16.09.2022
11.12.2019 - Gdansk, Nocny Widok na Miasto z budynku Olivia Busines Centre Olivia Star. Widok z Sal konferencyjnych na 34 pietrze okolo 150 metrow nad ziemia. n/z Uniwersytet Gdanski / Fot. Karol Makurat/REPORTER

O Escritório Europeu de Patentes (EPO) decidiu patentear um material baseado em nanotubos de TiO2 para purificar o ar de compostos orgânicos e inorgânicos voláteis, poeira e microorganismos, criado por uma equipa de cientistas da Faculdade de Química da Universidade de Gdańsk.

O material com propriedades fotocatalíticas, criado como resultado de atividades de pesquisa, pode ser utilizado em dispositivos de purificação do ar em aglomerações urbanas, por exemplo, torres fotocatalíticas. Permite a eliminação simultânea de compostos orgânicos e inorgânicos voláteis (óxidos de nitrogénio e enxofre, poeira e microorganismos) e, assim, melhora a qualidade do ar.

A solução também será utilizada em dispositivos portáteis ou estacionários projetados para remover contaminantes químicos e microbiológicos como bactérias, fungos e vírus, em salas fechadas ou em cabines de veículos, informa a Universidade.

Mais: https://ug.edu.pl/news/pl/3925/europejski-patent-dla-naukowcow-z-wydzialu-chemii


Inovações